Antologia “Nos Limites do Infinito”, Ed. Divergência (2015)

Noslimitesdoinfinito

Título: Antologia “Nos limites do Infinito”

Nº de páginas: 56

Autores: Ana Cristina Luiz, Ângelo Teodoro, João Rogaciano, Ricardo Dias, Rui Bastos e Yves Robert

Publicação: Editorial Divergência, Dezembro 2015

“Nos Limites do Infinito” transporta-nos para vários mundos da ficção especulativa. Amores que desafiam o tempo, bibliotecas assombradas, histórias enraizadas no interior de Portugal, janelas que nos motivam a fazer o impensável e encontros com a morte fazem parte da nova antologia de autores da Editorial Divergência.

Este livro tem para mim uma saborzinho especial, já que um dos autores aqui publicados é um dos membros do grupo de escrita ao qual pertenço (para quem não sabe, o grupo chama-se Polícia Bom, Polícia Mau e tem presença online aqui e aqui) – o Rui Bastos.

O conto com o qual participa fez parte de algumas sessões em que lhe demos na cab…hum, perdão, em que fizemos críticas altamente construtivas, que se transformaram num excelente resultado final.

A antologia conta com a participação de outros autores, uns mais conhecidos do que outros, neste micro-universo da FC&F portuguesa, e pode ser adquirida na página da editora.

O meu exemplar autografado *cof cof* está neste momento na minha mesa de cabeceira pronta para ser lida de imediato. Prometo uma opinião no blog após a leitura.

Deixem-me finalizar apenas com o seguinte comentário: o número de páginas para esta antologia é de 56, divididas por 6 (seis) contos. Não tenho nada contra e sabe quem me conhece, que admiro de facto esta capacidade em conseguir contar histórias tão curtas, mas um único conto meu tem mais páginas do que isto. Era só o que queria dizer…🙂

[RC 2016 #1] “Mistborn#1 – The Final Empire”, de Brandon Sanderson

Dando início ao reading Challenge para 2016, eis que o ano não podia ter iniciado da melhor maneira no que diz respeito a leituras.
Fica aqui a minha opinião.

Arrumados na Prateleira

mistborn

Título: Mistborn #01 – The Final Empire (Tor, 2006)
Autor: Brandon Sanderson

Opinião:

Falar deste livro é uma tentativa constante em não me atropelar com as palavras.
Já me tinham falado da triologia, já tinha ouvido (bons) elogios ao autor, mas confesso que as três tentativas anteriores em começar a ler este primeiro volume não tinham sido bem sucedidas.
A edição que tenho é a inglesa e em e-book. Perdoem-me, mas continuo a preferir o objecto original, em papel. Isso não quer dizer que não leia em formato digital, porém com tanta coisa na prateleira em fila de espera, há sempre e-books a ficarem para trás.

Talvez por isso tivesse adiado tanto tempo esta leitura. Não devia.
Tenho lido bons livros, mas confesso que este me arrebatou por completo. Brandon Sanderson é um escritor soberbo, que domina as técnicas e as aplica com mestria.
Confesso que nos dias que correm…

View original post mais 462 palavras

[RC2015#10] A Filha do Papa, de Luis Miguel Rocha

Mais uma sugestão de leitura.

Arrumados na Prateleira

Filha do PapaA Filha do Papa, de Luis Miguel Rocha

Edição/reimpressão:2015
Páginas: 432
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04411-2
Idioma: Português
Sinopse:
Será o antissemitismo a verdadeira razão para o Papa Pio XII não ter sido beatificado?

Quando Niklas, um jovem padre, é raptado, ninguém imagina que esse acontecimento é apenas o início de uma grande conspiração que tem como objetivo acabar com um dos segredos mais bem guardados do Vaticano – a filha do Papa Pio XII.

Rafael, um agente da Santa Sé fiel à sua Igreja e à sua fé, tem como missão descobrir quem se esconde por detrás de todos os crimes que se sucedem e evitar a todo o custo que algo aconteça à filha do Papa.

Conseguirá Rafael ser uma vez mais bem-sucedido? Ou desta vez a Igreja Católica não será poupada?

Opinião:
Foi uma boa descoberta e que tenho pena de não ter feito mais…

View original post mais 278 palavras

[RC2015#9] O Centenário que Fugiu Pela Janela e Desapareceu, de Jonas Jonasson

Sim, eu sei que o blog tem andado muito parado. As leituras e todos os projectos que poderiam porventura interessar, também estagnaram um pouco nos últimos meses, fruto de uma mudança laboral que não me deixa com tanta disponibilidade com antigamente.
Conto recuperar aos poucos.
Paralelamente, o ano passou a voar e eu, que já não tinha estabelecido um objectivo de leitura muito ambicioso (uns meros 24 livrinhos), nem aos 10 ainda consegui chegar.
Enfim, hei-de terminar mais um dentro em breve, se continuar a lê-lo a este ritmo. Pode ser que ainda consiga metade do número a que me propus. Já não será mau…

Arrumados na Prateleira

Centenário

O Centenário que Fufiu Pela Janela e Desapareceu, de Jonas Jonasson
Edição/reimpressão:2015
Páginas: 368
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04301-6
Idioma: Português

Sinopse

No dia em que Allan Karlsson celebra 100 anos, toda a cidade o aguarda para uma grande festa em sua honra.
Mas Allan tem outros planos… Morrer de velho? Sim, mas não ali!
Munido de um par de chinelos gastos, joelhos empenados e uma ousadia tremenda, Allan lança-se numa extraordinária aventura, arrastado numa torrente de equívocos e golpes de sorte.
E ao mesmo tempo que acompanhamos a sua última viagem (ou será que não?), conhecemos o seu passado, perdido entre guerras, explosões e mulheres fatais – qual delas a mais perigosa!
Uma estreia literária impressionante que conquistou centenas de milhares de fãs.

Opinião:

Porque demorei eu tanto tempo a ler um livro tão bom?
É simples, falta de tempo, porque o livro tem tudo para ser…

View original post mais 109 palavras

[RC2015#8] Em Nome do Pai, de Nuno Lobo Antunes

E pronto, leituras actualizadas🙂
Este foi daquelas descobertas tão agradáveis e que me falou ao coração que não sei explicar. Definitivamente, aconselho.

Devo dizer que estou a uns bons 4 livros de atraso para o que era suposto, mas é por uma boa causa. E conto conseguir recuperar😉

Arrumados na Prateleira

Em Nome do PaiEm Nome do Pai by Nuno Lobo Antunes

Sinopse:

Do alto de um outeiro, à sombra da figueira em que Judas se enforcou, São José contempla toda uma vida – a sua, que hoje chega ao fim. É ali que ele irá morrer, naquele pedaço de chão árido, de onde se avista Jerusalém. Faltam-lhe as forças, pesam-lhe os anos, os remorsos, a dúvida. E a raiva também, pois, apesar de ter cumprido os preceitos da Lei, foi-lhe negada a paz de espírito. Assim entendeu o Criador, que tomou como Sua a mulher que lhe estava prometida, e nela plantou a semente de um filho bastardo – Jesus. José não compreende esse Deus, que põe e dispõe dos homens, esse Criador que não respeita a obra criada, que nega o livre arbítrio, que envia o filho à terra e o deixa morrer na cruz, como um ladrão. Por isso hoje, entre…

View original post mais 356 palavras

[RC2015#7] A Ameaça, de Ken Follett

Tentando actualizar as leituras dos últimos tempos, aqui fica mais uma opinião.
Ken Follett é um autor que me deixou com um amargo de boca. Como tenho mais obras dele ainda não lidas lá por casa, creio que lhe darei mais uma oportunidade. A ver se me faz mudar de opinião.

Arrumados na Prateleira

A AmeaçaA Ameaça by Ken Follett
Unanimemente considerado um dos mestres actuais do policial, Ken Follett tem a capacidade única de, a cada novo romance, reinventar o próprio thriller. Em A Ameaça, um poderoso agente antiviral desaparece misteriosamente das instalações da Oxenford Medical, uma empresa farmacêutica que está a desenvolver um antivírus para uma das mais perigosas variedades do Ébola. Quem o poderá ter roubado? E com que obscuras intenções? Toni Gallo, responsável pela segurança da empresa, está profundamente consciente da terrível ameaça que o seu desaparecimento pode significar. Mas o que Toni, Stanley Oxenford, o director da empresa, e a própria polícia vão encontrar pela frente é um pesadelo capaz de ultrapassar os seus piores receios… Traições, violência, heroísmo e paixão num thriller absolutamente brilhante.

My rating: 2 of 5 stars

Não tinha lido nada de Ken Follett e confesso que, se não houvesse já duas séries televisivas baseadas em…

View original post mais 91 palavras