[Review | Filmes] Lucy

Título Original: Lucy
Realizador: Luc Besson
Avaliação IMDB: 6,4
Minha avaliação: 3-4 (pelo elenco e alguns efeitos especiais/visuais)

Com Scarlett Johansson e Morgan Freeman nos principais papéis, o filme retrata uma mulher, Lucy, que é acidentalemnte apanhada no meio de um negócio de tráfico de estupefacientes.  Com uma das embalagens dentro do corpo, é vítima de violência dos seus captores, o que faz com que a droga saia da embalagem protectora e seja absorvida pelo seu organismo. Só que não se trata de uma substância qualquer e Lucy começa a sentir as consequências em poucas horas.

Isto é um pequeno resumo do que antecede a verdadeira acção do filme, onde se entra a partir do momento em que as transformações do seu organismo começam a ser visíveis. E o que realmente acontece é que Lucy começa a ter acesso a partes do seu cérebro que um humano normal não é capaz.

Isso despoleta toda uma série de situações que culminam quando ela tem acesso a 100% das suas capacidades, uma fronteira ainda desconhecida dos cientistas.

O tema é fascinante e deixou-me com água na boca desde que ouvi falar dele. Para quem me conhece, sabe que matemática e ciências não são de todo o meu forte, o que não diminui em nada o meu fascínio pelo funcionamento do corpo humano e/ou do universo. Por isso, quando o filme saiu e, tendo em conta o pouco que conheço da física quântica associada a terapias de cura, fiquei a salivar para tentar perceber de que forma teria Hollywood conseguido explorar o tema.

Finalmente vi o filme. Sim, lá me decidi a matar a curiosidade. Agora, o mais importante para este artigo é: o que achei dele? Oh, isso resume-se numa palavra: UMA BOSTA (pronto, são duas palavras kkkk 😀 ).

Passo a explicar:

  1. Tive que fazer 3 (três) tentativas para ver o filme. Adormeci em duas delas. Na terceira forcei-me a levar o portátil para a frente da tábua de engomar para acabar de o ver.
  2. O enredo é a coisa mais estapafúrdia que poderiam ter arranjado, quando tinham uma premissa tão MAS TÃO boa!
  3. As cenas de acção com os mafiosos chineses parecem saídas de um filme oriental de série B…
  4. O polícia francês só leva um tirinho, mesmo rodeado de mais de duas dúzias de mafiosos. Bullshit! Sim, eu sei de muita cena de acção em que acontece o mesmo, mas esta é realmente mazinha…
  5. A transformação dela foi mal explorada, embora aplauda os efeitos especiais – sim, houve umas quantas cenas que conseguiram ser brutais pelo efeito cenográfico, mas nada mais.
  6. Com o Morgan Freeman ali mesmo, no filme, a fazer parte do elenco, a ser já pago para representar e dão-lhe um papel que consiste em, basicamente, fazer uma palestra? Oh pelo amor da santa… (e reviro os olhos nesta parte)
  7. A transformação dela no supercomputador, visualmente até pode ser engraçadita, mas o conceito está tão mas tão errado! E, no final, entrega UMA PEN ao professor??? (fiquei esverdeada de tanto me agoniar com esta parte)

Podia continuar, mas acho que já ficaram com a noção da coisa, certo?

Portanto, deixo aqui o trailler (que é a melhor parte do filme, não precisam de ver mais) e para quem quiser matar a curiosidade, please be my guest but you’re on your own

Anúncios

3 thoughts on “[Review | Filmes] Lucy

    • Oh, mas eu não duvido que não usamos 100% do nosso cérebro 🙂 Ora, liga lá na TVI e sintoniza a Casa dos Segredos para comprovares a minha teoria e depois logo me dizes se tenho ou não razão… 😛
      O enredo foi seriamente “meh” (para usar uma expressão que conheces bem, lol) e podia ter sido tão “tcharaaaaan” que até mete dó!

      • Discordo! Podia ter sido melhor, como é óbvio, mas é relativamente consistente, e tirando algumas falhas (o desfasamento entre as narrativas da evolução dela e da perseguição dos mafiosos) está bem feito!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s