EcoBook – O quadro branco em forma de caderno!

O Ecobook é um caderno ecológico e reutilizável que permite, a partir do conceito dos conhecidos quadros brancos da escola, uma reutilização das folhas.

Source: ecobook.pt

Para alguém que, como eu, adora escrever à mão apesar de estar sempre rodeada de tecnologias, isto pode ser a solução ideal!

É um caderno feito do mesmo material dos quadros que vemos nas salas de aula, nos quais se pode escrever com um marcador próprio e depois…apagar tudo e reutilizar!!! 😀

Adoro o conceito ecológico, adoro a ideia e ainda para mais é uma invenção portuguesa de uns jovens estudantes.

Definitivamente vou comprar um para mim!

See on Scoop.itMixordia de temáticas

À espera de mais um…

Como se não tivesse já uma montanha que não para de aumentar em cima da minha mesa-de-cabeceira, eis que para aproveitar um vale de desconto da Wook pedi isto:

A Iniciação
Laços de Sangue – Livro 1
Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 334
Editor: Edições Gailivro
ISBN: 9789895577446
Coleção: 1001 Mundos

Já nem me lembro onde vi o raio do livro, mas achei que me ia apetecer lê-lo e pronto. O que vale é que tem oferta dos portes e o vale cobre por inteiro o preço do livro, por isso se levar uma banhada não fico a chorar o dinheiro. Agora, se valer a pena, lá terei que investir em mais dois!

Oh well, é a minha prenda de Natal para mim própria. Afinal há coisa melhor para se receber?

A Joia das Sete Estrelas | Bram Stoker

A Joia das Sete Estrelas | Bram Stoker

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Edição/reimpressão: 2013

Páginas: 268

Editor: Editorial Estampa

ISBN: 9789723327069

Coleção: Ficções
 
 
Sinopse

 
Um ataque misterioso subitamente desencadeado contra o pai de Margaret Trelawny faz com que o jovem advogado Malcolm Ross acorra a casa do eminente egiptologista. Por entre múmias e diversas relíquias orientais estão atuantes forças muito antigas, maiores do que qualquer deles poderia ter imaginado. A rainha Terra despertou e prepara-se para vir tomar posse daquilo que acredita ser seu. Passado em Londres, na Cornualha e no Egito e escrito numa altura em que o fascínio pelo Oriente estava generalizado em Inglaterra, A Joia das Sete Estrelas traduz o interesse quer na alegada selvajaria e degradação moral dos povos orientais, quer na sua beleza exótica e na sua opulência. Publicada originalmente em 1903, na sequência do célebre Drácula, esta versão do romance nunca foi reeditada desde então. Uma história de possessão e de reencarnação, baseada num profundo conhecimento da Egiptologia. “O seu melhor romance sobrenatural”. – The Times
 
Fiquei bastante curiosa em relação a esta obra de Bram Stocker. Autor do famoso Drácula, esta obra foi a que lhe sucedeu. Tendo em conta que Dracula continua a ser uma obra de referência, gostaria de descobrir até que ponto a escrita do autor é, de facto intemporal.
Definitivamente, a descobrir.

 

Adaptação para cinema do livro de Cassandra Clare – Instrumentos Mortais | Caçadores de Sombras #1 – A Cidade dos Ossos

Baseado no livro de Cassandra Clare, «Caçadores de Sombras: A Cidade dos Ossos», o filme terá o mesmo nome.
O trailler deixou-me curiosa, não só para ver o filme (só estreia em Agosto), mas também para ler os livros.
Na pesquisa rápida que fiz, existem 2 séries “principais” de livros para este mundo dos Caçadores de Sombras, em que uma assume precisamente esta designação (para além do título principal de cada livro) e a outra assume a desgnação de “As Origens”. No inglês, a lingua original são “The Mortal Instruments” e “The Infernal Devices”.
A edição portuguesa está a cargo da Planeta já saíram vários volumes de ambas as séries. A boa notícia é que a Planeta Booket já lançou o 1º volume (o que vai sair em filme) em formato de bolso, o que permite a sua aquisição por um preço mais baixo.
Definitivamente, um mundo a descobrir.

«101 lugares para ter medo em Portugal» – Vanessa Fidalgo

OK, eu admito que gosto de emoções fortes, mas o tema deste livro confesso que me deixou com sentimentos ambíguos. E porquê?
Porque a minha curiosidade natural acerca do tema, leva-me a querer ler os dois livros da autora (o anterior chama-se “Histórias de um Portugal Assombrado”), mas se só a capa me deixa a tremer, acho que só seria capaz de o fazer no meio de uma multidão…

De qualquer forma, aqui fica a divulgação.

 
 
 
 
 
 
101 Lugares Para Ter Medo Em Portugal
Mistérios e fenómenos inexplicáveis, encantamentos e maldições de um país assustador
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 304
Editor: A Esfera dos Livros
ISBN: 9789896264673
  
 
Sinopse
 
Em 2003, os atores interromperam espavoridos as gravações da telenovela O Teu Olhar. Estavam a ser atacados por forças sobrenaturais no castelo de Montemor-o-Velho. A 10 de outubro de 1982 um estranho fenómeno deixou a caseira da Quinta da Penha Verde, em Sintra, a tremer que nem varas verdes; uma verdadeira chuva de pedras caiu sobre a misteriosa quinta. Já se for à Serra da Estrela e visitar a Lagoa Escura vai poder ouvir falar do monstro que se esconde nas suas profundezas. Entre as aldeias de Lamas de Mouro e Cubalhão, perto de Melgaço, há um local que se chama Botas de Cubalhão, que fica numa encosta onde não existe mais nada além de uma pequena encruzilhada. Conta-se que nessa encruzilhada existe um lobo, capaz de engolir todo e qualquer homem que se aproxime dele pela calada da noite, seja novo ou velho, fraco ou forte! E tudo porque o povo se fartou de encontrar naqueles caminhos escuros, botas, sapatos, pedaços de vestuário e até bocados de pés, que deram nome ao lugar e muitos motivos à imaginação. Numa terra conhecida como Torre da Mesqueira, no concelho de Albufeira, há uma encruzilhada que assusta muito boa gente. Um ponto obscuro entre caminhos onde, segundo a voz do povo, aparecem fantasmas, almas penadas e até mulas sem cabeça! Em pleno centro histórico de Lisboa, situa-se o Páteo do Carrasco que herdou o nome de Luís Alves, o último carrasco de Portugal. Há quem garante que ainda se ouvem os seus urros e gritos. No Palácio de Seteais há quem não consiga dormir no quarto 18. Ainda hoje o Aqueduto das Águas Livres causa arrepios quando se pensa no que aconteceu há 150 anos atrás, altura em que Diogo Alves por lá andava a matar as suas vítimas. Depois do sucesso de Histórias de um Portugal Assombrado, em 4.ª edição, a jornalista Vanessa Fidalgo leva-nos a 101 lugares em Portugal onde é impossível não ficar arrepiado….Um mapa do medo, que percorre ruas, casas e paisagens, contando histórias dos lugares onde passamos todos os dias, mas que estão marcados por acontecimentos terríveis, sejam eles crimes, manifestações do sobrenatural ou simplesmente o fantástico e maravilhoso lendário popular onde não faltam bruxas, fantasmas e aparições. O medo, dizem, é o maior inimigo do homem…

 

“Curtsies & Conspiracies”, de Gail Carriger

“Curtsies & Conspiracies”
de Gail Carriger

A grande proliferação de histórias passadas em escolas com histórias de amor entre adolescentes, geralmente faz-me desconfiar da qualidade das mesmas.
Mas desta vez – e apesar de não conhecer a autora – confesso que fiquei algo curiosa acerca do enredo. Talvez por se passar num ambiente um pouco diferente daqueles a que estou habituada a encontrar e por ter alguma curiosidade em conhecer um pouco mais acerca desta autora de ficção “Steampunk” e dos universos que cria.
Pelo que pude apurar, não está publicada em Portugal, mas isso nunca impediu os amantes do Fantástico de descobrirem o que de bom se faz dentro do género.
Resta ainda dizer que este é o 2º volume da série “Finishing School” e que o 1º volume se chama “Etiquette & Espionage”.
Aqui fica a sinopse (em inglês, no original):

“Does one need four fully grown foxgloves for decorating a dinner table for six guests? Or is it six foxgloves to kill four fully grown guests?
Sophronia’s first year at Mademoiselle Geraldine’s Finishing Academy for Young Ladies of Quality has certainly been rousing! For one thing, finishing school is training her to be a spy (won’t Mumsy be surprised?). Furthermore, Sophronia got mixed up in an intrigue over a stolen device and had a cheese pie thrown at her in a most horrid display of poor manners.
Now, as she sneaks around the dirigible school, eavesdropping on the teachers’ quarters and making clandestine climbs to the ship’s boiler room, she learns that there may be more to a school trip to London than is apparent at first. A conspiracy is afoot–one with dire implications for both supernaturals and humans. Sophronia must rely on her training to discover who is behind the dangerous plot-and survive the London Season with a full dance card.
In this sequel to bestselling author Gail Carriger’s YA debut Etiquette & Espionage, class is back in session with more petticoats and poison, tea trays and treason. Gail’s distinctive voice, signature humor, and lush steampunk setting are sure to be the height of fashion this season..”